Damares Alves cumpre agenda em Mossoró no dia 4 de março

25/02/2021

Ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos participará do lançamento da pedra fundamental da Casa da Mulher Brasileira.

Foto: Agência Brasil
Foto: Agência Brasil

Por Maricelio Almeida

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos do Governo Federal, Damares Alves, cumprirá agenda em Mossoró no próximo dia 4 de março. O anúncio foi feito pelo prefeito Allyson Bezerra (Solidariedade) na manhã desta quinta-feira, 25 de fevereiro, durante o lançamento da edição 2021 do Programa Semear, no Parque de Exposições Armando Buá (Feira do Bode).

De acordo com o prefeito, a ministra fará o lançamento da pedra fundamental da Casa da Mulher Brasileira, equipamento do Governo Federal que integra no mesmo espaço serviços especializados para os mais diversos tipos de violência contra as mulheres: acolhimento e triagem; apoio psicossocial; delegacia; Juizado; Ministério Público, Defensoria Pública; promoção de autonomia econômica; cuidado das crianças - brinquedoteca; entre outros serviços.

O equipamento tem entre seus objetivos a implementação de ações articuladas para organização, integração e humanização do atendimento às vítimas de violência sexual e outras situações de vulnerabilidade, considerado o contexto familiar e social das mulheres.

O lançamento será na tarde do dia 4, conforme revelou Allyson Bezerra. A confirmação da agenda de Damares Alves no município foi feita pela deputada federal Carla Dicskon (PROS), durante encontro do gestor mossoroense com a parlamentar em Brasília.

Mossoró será a primeira cidade do Rio Grande do Norte a receber a Casa da Mulher Brasileira, com investimento que totaliza R$ 1.564.000,00. O Poder Executivo local já destinou, inclusive, o terreno para a construção do equipamento, que será erguido entre a Avenida Rio Branco e a Rua Francisco Pascoal, no bairro Santo Antônio. A Casa será construída numa área de 3.600 m² e fica vizinho ao Centro Especializado de Reabilitação - CER.

A Casa da Mulher Brasileira faz parte do programa do Governo Federal "Mulher, Viver sem Violência", coordenado pela Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República.